Método 3a Médico: Marketing Médico em Florianópolis

logo horizontal metodo 3a medico marketing médico
Marketing em saúde: o que é e quais os limites

Marketing em saúde: o que é e quais os limites

Você sabia que o marketing em saúde possui regras bem delimitadas, a fim de garantir a segurança do paciente e mesmo dos profissionais?

Descumprir alguma delas pode acarretar sérios problemas para o médico, chegando, até mesmo, à suspensão de sua licença.

É por isso que, caso esteja pensando em investir em marketing em saúde, se torna essencial aprender mais sobre o que pode e o que não pode ser feito nessa área.

Como especialistas no assunto, o Método 3a trouxe as principais informações sobre marketing em saúde, para te ajudar a entender como você pode divulgar seu trabalho sem riscos.

Acompanhe a leitura!

O que é marketing em saúde para médicos?

Marketing para a saúde é o processo de promover produtos, serviços ou informações relacionados à saúde, para informar e educar o público sobre a saúde, bem como estimular a adoção de comportamentos saudáveis.

Esse tipo de marketing é usado por uma muitas organizações, incluindo hospitais, clínicas, governos, empresas farmacêuticas e organizações sem fins lucrativos.

No caso de médicos, o marketing para a saúde pode ser usado para promover seus serviços, construir relacionamentos com pacientes e aumentar a conscientização sobre a saúde.

Os profissionais da saúde podem investir em diversos tipos de marketing médico, tais como:

  • Sites e redes sociais: Médicos podem usar sites e redes sociais para compartilhar informações sobre saúde e promover seus serviços;
  • Campanhas de marketing: Médicos podem realizar campanhas de marketing para educar o público sobre um determinado problema de saúde ou para promover um novo serviço;
  • Relações-públicas: Médicos podem trabalhar com profissionais de relações-públicas para gerar cobertura da mídia sobre suas atividades;
  • Parcerias: Médicos podem se associar a outras organizações para promover a saúde.

O marketing para a saúde é uma ferramenta poderosa que pode ser usada para melhorar a saúde pública. No entanto, é importante que o marketing para a saúde seja feito de forma ética e responsável.

Os médicos são profissionais que possuem algumas restrições sobre o que pode ser divulgado publicamente e com fins de publicidade. Por isso, foi criada a especialidade do marketing em saúde, que determina quais são os conteúdos e ações que podem ser realizadas. 

Ela ajuda a proteger esses profissionais de medidas punitivas, caso caiam no erro de fazer alguma publicidade que vai contra as proposições legais.

O que é proibido no marketing médico?

No Brasil, o marketing médico é regulamentado pela Resolução CFM 1.974/11, do Conselho Federal de Medicina. Essa resolução estabelece uma série de regras e proibições para o marketing médico, para proteger a saúde dos pacientes e garantir a ética da profissão médica.

Para que você saiba como é feita essa regulamentação, veja principais proibições do marketing em saúde. Veja só:

Garantir resultados

A medicina é uma ciência baseada em evidências, e os resultados de tratamentos e procedimentos médicos podem variar de paciente para paciente. Portanto, é impossível garantir o sucesso de um tratamento ou procedimento.

Conforme previsto na resolução citada, o médico não deve fazer promessas de cura ou tratamento milagroso. Isso garante que os pacientes tenham informações precisas sobre os riscos e benefícios de um tratamento ou procedimento médico.

Fotos de pacientes em material promocional

Considerando que a medicina é regida por uma relação de confiança entre médico e paciente, a divulgação de fotos de pacientes sem o seu consentimento pode violar esse contrato moral. Além disso, a divulgação de fotos de pacientes é vista como uma forma de exploração da privacidade dos pacientes.

O médico só pode divulgar fotos de pacientes com o seu consentimento expresso. Isso garante que o paciente tenha o direito de decidir se deseja ou não ter sua imagem divulgada.

Divulgar Equipamentos e especialidades

Resultados de tratamentos e procedimentos médicos podem variar de paciente para paciente. Portanto, é importante que os pacientes busquem orientação de um médico qualificado, independentemente do equipamento ou especialidade que ele oferece.

Pensando nisso, a Resolução CFM 1.974/11, estabelece que o médico não deve divulgar equipamentos ou especialidades de forma a valorizar domínio do seu uso ou estimular a procura por determinado serviço. Isso garante que os pacientes não sejam influenciados por fatores que não são relevantes para o seu tratamento.

Material Institucional Impresso no marketing de saúde

O material institucional impresso, como panfletos, folders e cartões de visita, é muito usado para divulgar informações sobre o médico ou a clínica, como especialidades, equipamentos, preços e localização. 

No entanto, esse tipo de material é visto como forma de mercantilizar a medicina e levar os pacientes a tomar decisões precipitadas sobre seu tratamento.

Um médico só pode divulgar informações sobre seus serviços por meio de seu site ou das redes sociais, sendo essa a única alternativa para que os pacientes tenham acesso a informações precisas e atualizadas sobre o médico ou a clínica.

Anunciar preços

Anunciar preços pode levar a uma competição desleal entre médicos e clínicas, o que pode resultar em consultas ou tratamentos de qualidade inferior.  Além disso, alguns pacientes são influenciados a tomar decisões precipitadas sobre seu tratamento, sem considerar as melhores opções para sua saúde.

A Resolução CFM 1.974/11 estabelece que os preços de consultas ou tratamentos devem ser informados ao paciente apenas após a consulta médica. Isso garante que o médico tenha a oportunidade de avaliar o paciente e recomendar o tratamento mais adequado, independentemente do preço.

Como fazer marketing para saúde?

Como fazer marketing em saúde?

Depois de perceber que o marketing em saúde é cheio de detalhes e características específicas, você deve estar um pouco preocupado em fazer isso sozinho. Mas, nós estamos aqui para te ajudar. Caso esteja considerando investir em uma jornada digital, vale a pena seguir algumas dicas e orientações. Trouxemos todas elas para você. Confira!

Defina seu público

O primeiro passo é definir o público-alvo das suas estratégias de marketing. Quem você quer atingir? Quais são as suas necessidades e interesses? A partir da definição do público, você pode criar mensagens e materiais de marketing mais relevantes e eficazes.

Construa um site e redes sociais

Um site e uma presença nas redes sociais são essenciais para qualquer estratégia de marketing em saúde. O site deve ser um espaço informativo e acessível, que ofereça conteúdo relevante para o seu público-alvo. As redes sociais são uma ótima maneira de se conectar com pacientes para seu consultório ou teleconsultas. Assim como conversar com os potenciais pacientes, e compartilhar informações e atualizações sobre seus serviços.

Invista em marketing digital médico

O marketing digital é uma ferramenta poderosa para promover a saúde e o bem-estar dos indivíduos. Existem diversas estratégias de marketing digital que devem ser usadas para alcançar o público-alvo, como:

  • Publicidade online: anúncios pagos em plataformas como Google e Facebook;
  • Marketing de conteúdo: criação e distribuição de conteúdo relevante para o público-alvo;
  • E-mail marketing: envio de e-mails personalizados para pacientes e potenciais pacientes.

Trabalhe o marketing de conteúdo para saúde

O marketing de conteúdo é uma estratégia eficaz para educar e conscientizar o público sobre temas relacionados à saúde.

Dessa forma, é através da criação e distribuição de conteúdo relevante e de qualidade, você pode se posicionar como um especialista em saúde e construir relacionamentos com pacientes e potenciais pacientes.

Esteja presente nas redes sociais

As redes sociais são uma ótima maneira de se conectar com pacientes e potenciais pacientes, e compartilhar informações e atualizações sobre seus serviços.

Dessa forma, para ter sucesso nas redes sociais, é importante criar conteúdo relevante e envolvente, e interagir com os usuários de forma ativa e humanizada.

Conte com automação de marketing de saúde

A automação de marketing pode ajudar você a otimizar suas estratégias de marketing e alcançar melhores resultados.

Através de ferramentas de automação, você pode automatizar tarefas como o envio de e-mails, o gerenciamento de leads e a mensuração de resultados.

Tenha ajuda da M3a

Fazer marketing em saúde é algo que exige muita dedicação e responsabilidade. Por isso, caso pretenda investir nessa área, conte com uma agência que é especialista nesse assunto!

O Método 3a possui uma equipe integrada, que conhece todas as peculiaridades do marketing médico e pode te ajudar a alavancar a sua publicidade digital.

Acesse o site do Método 3a e conheça mais sobre os serviços e a consultoria em marketing em saúde.

Quer vender mais? Fale conosco!


Carregando

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Salário de médico: prestar serviços ou ter um consultório?
Previous Story

Salário de médico: prestar serviços ou ter um consultório?

Como escolher uma agencia de seo
Next Story

Como escolher uma agência de SEO: guia completo para profissionais de saúde

Latest from Marketing Médico

Go toTop