Método 3a Médico: Marketing Médico em Florianópolis

logo horizontal metodo 3a medico marketing médico
Vale a pena contar com convênio médico²

Convênio médico: vale a pena se credenciar? 

Se você está iniciando a vida profissional, certamente deve ter considerado se associar a um convênio médico.

Esse serviço pode ser muito útil para conquistar novos pacientes e se tornar mais relevante diante da comunidade médica em atuação no Brasil.

No entanto, antes de tomar essa decisão, vale a pena analisar alguns pontos. Isso porque, a associação a um convênio médico tem alguns critérios que precisam ser cumpridos para que a adesão aconteça.

Que tal entender melhor como funciona a associação do seu nome ou clínica a um convênio médico? Nós vamos te explicar isso e muito mais, acompanhe!

O que é convênio médico?

Quais as vantagens e desvantagens de prestar atendimento pelo convênio médico?

Convênio médico é como chamamos o contrato firmado entre uma operadora de planos de saúde e um beneficiário, que pode ser uma pessoa física ou jurídica. 

Esse contrato garante ao beneficiário o direito de utilizar os serviços médicos e hospitalares da rede credenciada da operadora, mediante o pagamento de uma mensalidade.

Para os médicos, os convênios são uma oportunidade de ampliar a sua rede de pacientes e aumentar a sua renda, além de também oferecer ao profissional benefícios extras, como descontos em cursos de atualização e treinamento, acesso a materiais e equipamentos médicos, e apoio jurídico.

Como funciona o convênio médico?

Como dito, os beneficiários pagam uma mensalidade para ter acesso a uma rede de profissionais de saúde, hospitais e clínicas. 

Quando precisam de atendimento médico, o plano cobre parte ou a totalidade dos custos, dependendo das condições estabelecidas no contrato.

Os médicos que participam de convênios médicos, por sua vez, têm a oportunidade de ampliar sua clientela, uma vez que os pacientes do plano escolhem profissionais e estabelecimentos credenciados para maximizar os benefícios do seguro. 

Isso pode resultar em uma demanda constante por serviços médicos, proporcionando estabilidade financeira para os profissionais.

Como os médicos recebem dos planos de saúde

O valor que o beneficiário destina ao pagamento do seu plano de saúde serve para subsidiar as instalações e serviços dedicados ao seu bem-estar. Entre eles, está o atendimento do médico em questão.

Esse, no entanto, é um ponto de enorme importância, se você está pensando em se associar a um convênio médico. Veja só como os médicos recebem dos planos de saúde:

Tabela CBHPM

A tabela CBHPM, ou Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos, é uma tabela de referência para a remuneração dos serviços médicos prestados no Brasil. Ela é elaborada pela Associação Médica Brasileira (AMB) e é atualizada anualmente.

A tabela CBHPM classifica os procedimentos médicos em cinco portes:

– Porte 1: procedimentos de baixa complexidade, como consultas médicas de rotina;

– Porte 2: procedimentos de média complexidade, como exames e procedimentos ambulatoriais;

– Porte 3: procedimentos de alta complexidade, como cirurgias eletivas;

– Porte 4: procedimentos de alta complexidade, como cirurgias de urgência e emergência;

– Porte 5: procedimentos de alta complexidade, como transplantes.

Para cada porte, a tabela CBHPM define um valor de referência para os honorários médicos, mas que pode ser reavaliado, caso haja necessidade.

TISS

A TISS, ou Tabela de Intercâmbio de Serviços de Saúde, é uma tabela de referência para a remuneração dos serviços de saúde prestados entre operadoras de planos de saúde. A tabela é elaborada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e é atualizada anualmente.

Ela é baseada na tabela CBHPM, mas inclui alguns procedimentos extras. A tabela TISS também inclui informações sobre os custos operacionais dos procedimentos, o que permite que as operadoras de planos de saúde calculem o valor dos honorários médicos de forma mais precisa.

Tabela TUSS

A TUSS, ou Tabela Única de Serviços de Saúde, é uma tabela de referência para a remuneração dos serviços de saúde prestados entre prestadores de serviços de saúde e operadoras de planos de saúde. A tabela é elaborada pela ANS e é atualizada anualmente.

A tabela TUSS é obrigatória para todas as operadoras de planos de saúde e para todos os prestadores de serviços de saúde credenciados.

Qual o valor dos honorários médicos?

Depois de saber que os valores das consultas e procedimentos seguem as tabelas de custos, o valor dos honorários médicos, portanto, segue esse padrão.

No entanto, além das tabelas, os honorários também são calculados de acordo com:

– Tipo de procedimento: consulta, exame, cirurgia;

– Complexidade do procedimento: baixa, média, alta;

– Região do país: capital, interior;

– Experiência do médico: mais experiente, menos experiente.

Vale ressaltar que o valor dos honorários médicos é determinado a partir de um cálculo que depende de diversos fatores. É importante que o médico esteja ciente desses fatores para negociar um valor justo pelos seus serviços.

Quanto um médico recebe por consulta no plano de saúde?

O valor que um médico recebe por consulta no plano de saúde varia de acordo com os fatores mencionados anteriormente, como a tabela utilizada, o tipo de procedimento, a complexidade do procedimento, a região do país e a experiência do médico.

Em geral, o valor das consultas médicas no plano de saúde é menor do que o valor das consultas médicas particulares. Isso ocorre porque os planos de saúde negociam um valor menor com os médicos para que possam oferecer um plano de saúde com um preço mais acessível aos beneficiários.

Para que você tenha uma noção, de acordo com a tabela CBHPM, o valor de referência para uma consulta médica de rotina, que é classificada como um procedimento de porte 1, é de R$ 100,00. 

No entanto, a operadora de planos de saúde pode negociar um valor diferente com o médico. O valor negociado pode ser maior ou menor do que o valor de referência da tabela CBHPM.

Quanto o médico recebe do plano de saúde por cirurgia?

Caso o procedimento a ser realizado seja uma cirurgia, o pagamento do médico que fará a operação também é calculado a partir das tabelas, complexidade do procedimento e até a sua experiência.

De acordo com a tabela CBHPM, o valor de referência para uma cirurgia de alta complexidade, que é classificada como um procedimento de porte 4, é de R$ 10.000,00. 

Essa tabela ajuda a determinar os custos de acordo com o porte do procedimento. Então, que tal alguns exemplos para que você possa compreender melhor como eles são calculados?

– Cirurgia de catarata: porte 2, valor de referência de R$ 2.000,00;

– Cirurgia de hérnia: porte 3, valor de referência de R$ 5.000,00;

– Cirurgia de câncer de mama: porte 4, valor de referência de R$ 10.000,00;

– Cirurgia de transplante de coração: porte 5, valor de referência de R$ 500.000,00.

Mas, atenção: É importante ressaltar que esses valores são apenas referências e podem variar de acordo com os fatores mencionados anteriormente.

Convênio médico x planos de saúde

Apesar de os dois termos estarem relacionados ao serviço de atendimento médico particular, pago mensalmente, o convênio médico e os planos de saúde apresentam algumas diferenças sutis.

Veja só quais são:

– Cobertura: os convênios médicos geralmente oferecem cobertura mais limitada do que os planos de saúde. Os convênios médicos geralmente não oferecem cobertura para internações hospitalares, cirurgias ou tratamentos de longa duração;

– Mensalidade: as mensalidades dos convênios médicos geralmente são mais baixas do que as mensalidades dos planos de saúde. Isso ocorre porque os convênios médicos oferecem cobertura mais limitada;

– Regulamentação: os planos de saúde são regulamentados pela ANS. A ANS estabelece regras para a cobertura, a mensalidade e outras condições dos planos de saúde. Os convênios médicos não são regulamentados pela ANS.

Vantagens do convênio médico

Se você está pensando em se associar, veja só quais as maiores vantagens do convênio médico para os profissionais da saúde:

Pacientes sem gastar muito

O convênio médico é uma boa opção para médicos que desejam conquistar mais pacientes sem gastar muito. Isso ocorre porque os convênios médicos geralmente têm uma grande demanda por consultas médicas.

O médico que se associa a um convênio terá acesso a uma rede de beneficiários que pode ser muito maior do que a sua própria rede de pacientes. Isso significa que o médico terá a oportunidade de atender a um número maior de pacientes, sem precisar investir em marketing ou publicidade.

Fluxo de caixa garantido

O convênio médico também pode proporcionar um fluxo de caixa garantido ao médico. Isso ocorre porque os convênios médicos geralmente pagam os honorários médicos de forma regular e pontual.

O médico que se associa a um convênio médico pode ter a certeza de que receberá os seus honorários médicos, mesmo que os seus pacientes não tenham condições de pagar. Isso pode ser importante para médicos que estão começando a carreira ou que estão passando por dificuldades financeiras.

Aumento da visibilidade

O convênio médico também pode aumentar a visibilidade do consultório ou clínica médica. Isso ocorre porque os convênios médicos costumam divulgar os seus médicos credenciados em seus canais de comunicação.

O médico que se associa a um convênio médico pode ter a sua imagem divulgada para uma grande rede de pessoas. Isso pode levar a um aumento no número de consultas e na visibilidade do médico.

Acesso a recursos e treinamentos

Algumas operadoras de convênios médicos oferecem recursos e treinamento aos seus médicos credenciados. 

Isso pode ajudar os médicos a melhorar suas habilidades e a oferecer um atendimento de melhor qualidade aos seus pacientes, além de ajudá-los a se manterem atualizados sobre as últimas tendências da medicina.

Desvantagens do convênio médico

Se associar a um convênio médico parece uma boa ideia? Então, antes de tomar a sua decisão, veja só quais as principais desvantagens dessa associação:

Ganhos menores

Os convênios médicos geralmente pagam honorários médicos mais baixos do que os pacientes particulares.

Isso acontece porque esses serviços abrangem custos gerais do atendimento, como o pagamento dos funcionários, o aluguel das instalações, o investimento em tecnologia e outros gastos. 

Para manter os preços dos planos de saúde acessíveis, os convênios médicos precisam limitar os honorários médicos que pagam aos médicos.

Por sua vez, os menores ganhos podem prejudicar o médico financeiramente, especialmente se ele tiver uma grande demanda por consultas.

Mais burocracia para atendimentos

A burocracia também é uma desvantagem do convênio médico para os médicos. Isso ocorre porque os convênios médicos exigem uma série de documentos e procedimentos burocráticos para a associação dos profissionais.

Isso pode consumir o tempo e a energia dos médicos, o que pode prejudicar a qualidade do atendimento aos pacientes.

Limitações de tempo

As limitações de tempo também são uma desvantagem do convênio médico para os médicos. Isso ocorre porque os convênios médicos geralmente precisam atender a uma grande demanda por consultas.

Os convênios médicos geralmente limitam o tempo de consulta dos médicos a 15 ou 20 minutos. Isso pode dificultar o médico para realizar uma avaliação completa do paciente e elaborar um plano de tratamento adequado.

Glosas

Os convênios podem realizar glosas médicas, que são recusas de pagamento de honorários médicos.

As glosas médicas podem ocorrer por diversos motivos, como erros nos documentos, divergências no diagnóstico ou no plano de tratamento. 

Quando ocorrem glosas médicas, o médico pode ter que entrar em contato com o convênio médico para tentar resolver o problema, levando a atrasos no pagamento dos seus honorários.

Quer apoio no marketing da sua clínica? Conte com o Método 3a

Se você quer aumentar os seus ganhos e ter uma rotina de atendimento mais expressiva, investir em marketing é a solução.

Seja em atuações offline ou online, o Método 3a está pronto para te ajudar a aumentar a sua visibilidade, conquistar mais confiabilidade diante dos pacientes e, consequentemente, ter muito mais lucro. Acesse o site do Método 3a e fale com os nossos consultores online!

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Como vender mais em 2024?
Previous Story

Como vender mais: 12 dicas para melhorar o desempenho da sua clínica

Qual é a importância do marketing pessoal?
Next Story

Marketing pessoal: por que é tão importante para médicos? Entenda!

Latest from Atualidades Médicas

Go toTop